SAÚDE DOS OLHOS

SAÚDE DOS OLHOS

Ter boa visão é item fundamental para uma boa qualidade de vida

A visão é o nosso principal contato com o mundo externo e precisa de cuidados frequentes. Mas infelizmente, muitas pessoas só dão atenção aos olhos quando enfermidades oportunistas e pontuais aparecem. Segundo dados do Conselho Brasileiro de Oftalmologia há cerca de mais de 1,2 milhão de pessoas com problemas de visão. Há ainda no mundo mais de 39 milhões de pessoas cegas, das quais, 60% não se submeteram a tratamentos adequados.
Para ressaltar a importância da saúde dos olhos, entrevistamos o médico oftalmologista Dr. Aluísio Marques Bordignon de Albuquerque, que pontua alguns cuidados para prevenir doenças e manter a visão saudável.

Quais os cuidados básicos que devemos ter com a saúde dos olhos?
Os olhos são um dos órgãos mais importantes que o ser humano possui, pois estão diretamente relacionados com um dos sentidos mais importantes do ser humano. Algumas dicas que acho importantes para se manter a saúde ocular em dia são:
Não ficar muito próximo aos monitores ou televisões. Ajustar o brilho do monitor ou televisão de maneira que se sinta confortável. Muito brilho aumenta a fadica ocular;
Utilizar óculos de sol nas épocas do ano em que a radiação solar seja mais forte;
Para quem usa lentes de contato, fazer o uso conforme orientação do oftalmologista, respeitando seu prazo de validade;
O uso de lubrificantes oculares, de preferência sem conservantes;
Evitar coçar os olhos. O atrito da pálpebra com a superfície da córnea e conjuntiva pode provocar lesões e irritação ocular.
Realizar consultas periódicas , pois por vezes podemos possuir problemas oculares dos quais não temos noção.
Com que frequência é recomendada fazer um exame ocular e qual é a sua importância?
A maioria das pessoas só procura o oftalmologista quando está com problemas para enxergar, infelizmente. A estimativa é de que dois em cada três casos de cegueira poderiam ter sido evitados se um diagnóstico precoce e um tratamento adequado fosse feito. Por isso, a atenção para os olhos deve começar cedo, desde o nascimento dos bebês e continuar ao longo da vida, principalmente depois dos 40 anos, quando as complicações oculares começam a aumentar.
A frequência das consultas depende de sua idade e de sua história familiar. Pessoas mais velhas, devem ter seus olhos examinados uma vez por ano . Crianças e adultos com problemas oculares ou que tenham história de doença ocular na família, devem fazer consultas semestrais e às vezes até trimestrais.
E em crianças ou bebês, como devemos proceder?
Muitas crianças só são levadas ao oftalmologista por dificuldade de enxergar a lousa em sala de aula, mas o primeiro exame de vista do bebê, conhecido como Teste do Olhinho, deve ser realizado ainda na maternidade, por um pediatra treinado.
Estando tudo normal, é preciso levar a criança ao oftalmologista com 1 ano de idade, aos 3 anos e, caso haja algum problema ocular, orientamos o seguimento semestral, podendo aumentar o prazo dos retornos para consulta, caso a caso.

Trabalhar diariamente frente ao computador também pode prejudicar a visão? Como podemos evitar?
O uso do computador em ambientes com ar-condicionado pode ser uma das principais causas da sensação de olho seco. Os olhos ficam fixados no monitor por muito tempo e acabam piscando menos que o necessário, o ar-condicionado acelera o ressecamento dos olhos e com a falta das lágrimas, podem surgir problemas na córnea e conjuntiva , comprometendo ainda mais a visão. Algumas ações podem diminuir a fadiga ocular e os problemas causados pelo excesso de exposição ao monitor do computador:
Regular a iluminação do ambiente. O excesso de luz é prejudicial;
Reduza o brilho do monitor, tentando um ajuste que torne a tela discretamente acinzentada;
Se possível, substitua os monitores de tubo pelos de lcd ou led. Esses cansam menos a visão;
Pisque com mais frequência. Ao piscar você lubrifica os olhos e evita crises de olho seco e irritação ocular. Quando estiver fazendo qualquer atividade diante do computador, procure fazer algumas pausas, olhe para longe e para os lados, e só depois disso volte ao computador.

Quais os cuidados especiais com os idosos? Quais as doenças costumam aparecer com a chegada da idade?
A maioria das atividades da vida  de quem está na terceira idade podem ser afetadas pelos problemas de  visão, por isso, é tão importante a consulta anual e, em certas ocasiões, a consulta semestral, nos pacientes idosos.
As doenças oculares que atingem os idosos com mais frequência são o glaucoma e a catarata, e são as duas maiores causas de cegueira no mundo. O glaucoma é uma patologia silenciosa causada pelo aumento da pressão intraocular e a catarata é causada pela opacificação do cristalino. Outra também comum após os 60 anos é a degeneração macular, que ocorre pelo envelhecimento de algumas partes do olho, em especial, da área central da retina (mácula).
O verão está chegando e quais as consequencias à visão com a exposição ao sol?
Nosso corpo têm a habilidade de reparar e substituir células danificadas. O cristalino, contudo, é uma exceção, nunca sendo substituído. Por causa disto, doenças tais como cataratas podem aparecer como resultado de danos acumulados gradualmente nas proteínas do cristalino. E esses danos geralmente são causados pela radiação UV. A retina também sofre muito com o excesso de exposição ao sol.
Os óculos de sol são a maneira mais comum de proteger os olhos dos raios UV, mas também
não conseguem bloquear todos os raios ultravioletas, pois a luz solar pode atingir os olhos pelas laterais dos óculos, onde não há proteção. Nem todos os óculos de sol têm o mesmo nível de proteção. Escolha lentes grandes que fiquem próximas dos olhos, com um formato envolvente. Os óculos de sol de má qualidade, sem proteção certificada contra os raios UVA/UVB podem causar mais danos aos olhos do que não usá-los. Isto porque as lentes escuras fazem dilatar as pupilas, deixando entrar mais raios UVA/UVB que irão prejudicar a retina e o cristalino. Há ainda a possibilidade de contrair ceratite, uma forma de queimadura na córnea que causa dor, vermelhidão, lacrimejamento, fotofobia e sensação de areia nos olhos. O uso de lubrificantes também é indicado nessa situação.

Compartilhe

Notícias Recomendadas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *