O CORAÇÃO E A BOCA

O CORAÇÃO E A BOCA

Entenda como bactérias da boca podem chegar ao coração. Segundo a Cirurgiã-dentista Dra. Aline Cristina Marouvo, sem o devido cuidado, muitas infecções e problemas bucais podem se transformar em doenças sérias do coração e do corpo

Você deve estar pensando qual a relação de órgãos tão distintos. A boca é uma verdadeira colônia de bactérias que se fixam na superfície dos dentes, nas próteses ou na própria mucosa, formando o biofilme. Esses micro-organismos, se acumulados, podem causar doenças locais, como a cárie, a gengivite e a periodontite, mas também podem desencadear problemas em outras partes do corpo.

Dentro da boca pode acorrer a bacteremia transitória. Isso acontece quando as bactérias acham uma saída na boca para entrar na corrente sanguínea com acesso a todo o corpo. “A presença de bactérias na corrente sanguínea pode causar problemas graves quando atinge o coração, como a endocardite bacteriana”, diz Dra. Aline Cristina Marouvo, cirurgiã-dentista.

Essa doença é uma infecção causada por bactérias que ocorre nas válvulas cardíacas ou nos tecidos do coração e pode ser mais grave se o paciente tiver próteses cardíacas ou alguma má-formação do coração. Segundo um estudo feito pela Universidade Federal do Piauí, o índice de mortalidade da endocardite é de 21% em pacientes com má-formação cardíaca e de 50% em pacientes com próteses.

Para piorar, essas bactérias bucais podem causar outras infecções tão ruins quanto a endocardite. “Infelizmente certas infecções acabam sendo muito mais difíceis de serem tratadas, pois não estão em seu ambiente natural e, por isso, não há inimigos naturais para auxiliar no combate”, diz Aline.

Pneumonia e artrite reumática são algumas das doenças que as bactérias da boca, uma vez na corrente sanguínea, podem causar. No caso da pneumonia esses micro-organismos levam a infecção para os pulmões, já na artrite, eles inflamam as articulações.

“O papel do cirurgião-dentista é fundamental quando se trata de prevenir que as bactérias da boca circulem pelo corpo”, aponta a profissional. “A saúde bucal é um dos itens que são deixados de lado na correria do dia a dia. Ela é um dos elementos fundamentais que irá trazer mais qualidade de vida tanto hoje como no futuro. Visitas periódicas ao dentista são importantes para que você poupe esforços futuros para cuidar dos dentes”, lembra.

É recomendável a visita ao dentista no mínimo duas vezes por ano. Somos parte de uma espécie naturalmente sorridente. Um ultra-som em 3D mostra que em desenvolvimento o bebê parece já sorrir, mesmo dentro do útero. O sorriso influencia positivamente a vida das pessoas, ajudando até a prevenir doenças. O sorriso é também um meio de comunicação e cerca de 30% das pessoas sorriem mais que 20 vezes ao dia. Por isso é importante cuidar do sorriso, cuidando dele você também consegue ajudar a proteger seu corpo de doenças indesejáveis.

DRA ALINE CRISTINA MAROUVO É CIRURGIÃ- DENTISTA, ESPECIALISTA EM ENDODONTIA, ORTODONTIA E ORTOPEDIA FUNCIONAL DOS MAXILARES
CROSP 103.691

Contato:
Av. 9, 667, Centro – Orlândia.
Tel.: (16) 3726-3707 e 9.9375-3579

Compartilhe

Notícias Recomendadas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *