close

Beleza & Bem Estar

Beleza & Bem Estar

DRENAGEM LINFÁTICA DURANTE A GESTAÇÃO

A ESTETICISTA LUIZA SIMÕES, QUE ATUA NA ÁREA HÁ 12 ANOS, DESTACA QUE A DRENAGEM LINFÁTICA DURANTE A GRAVIDEZ RESULTA NA DIMINUIÇÃO DO INCHAÇO DAS PERNAS E DA SENSAÇÃO DE PESO E CANSAÇO

LUÍZA SIMÕES É ESTETISTA GRADUADA PELA UNITRI UBERLÂNDIA/MG, E TEM EXPERIÊNCIA EM DRENAGEM LINFÁTICA HÁ 12 ANOS, SOBRETUDO, EM GESTANTES.

O aumento da produção hormonal nas gestantes gera retenção de líquidos, aumento das células adipócitas e como consequência aumenta a fibro edema geloide (celulite). Com o passar dos meses, essa retenção hídrica pode gerar certo desconforto nas mamães como inchaço nas pernas, sensação de peso e cansaço. “Para atenuar o incômodo, é possível recorrer, com segurança, à drenagem linfática. Mas sempre lembrando que, também, é necessária a liberação do ginecologista/obstetra”, explica Luíza Simões, graduada pela Unitri, em Uberlândia-MG.
Luíza Simões responde a várias perguntas sobre o assunto, esclarecendo as mais frequentes dúvidas das gestantes:

Quando devo começar?
É importante aguardar a liberação do ginecologista/obstetra. Normalmente se a mãe já tiver o hábito de drenar, pode dar continuidade na drenagem desde o primeiro mês. Caso nunca tenha feito drenagem, o mais indicado é iniciar o tratamento após o terceiro mês de gestação.

Quantas sessões devo fazer?
A quantidade de sessões irá depender de como a gestante se encontra. Uma drenagem bem feita desde o início da gestação poderá ser realizada uma vez por semana até o último mês de gestação. Caso a mãe já esteja com inchaço nos pés e pernas são necessárias drenagens duas vezes por semana até o último mês de gestação.

Existe alguma contraindicação?
Grávidas com hipertensão não controlada, insuficiência renal, trombose venosa profunda, infecções de pele e erupções cutâneas não são aconselhadas a realizar este procedimento. Porém, sempre seguimos a autorização do obstetra, assim é possível realizar um tratamento seguro e eficaz, sem provocar nenhum tipo de dano a paciente.

Quanto tempo após o parto a mulher pode fazer uma sessão de drenagem linfática? Ajuda o corpo a voltar nas medidas de antes da gravidez?
No período pós-parto, a drenagem linfática trabalha como um auxiliar para o retorno da forma anterior do corpo, atuando na diminuição da retenção de líquidos, prevenção de celulite e na estimulação do metabolismo. É importante entender que a drenagem não deve ser utilizada como elemento único para processos de emagrecimento, sendo necessário também o acompanhamento de uma nutricionista especializada.

Contato:
LUÍZA SIMÕES ESTÉTICA
Av. 17, 498, Gruta – Orlândia
Tel.: (16) 9.8270-7798

Leia Mais